Iogurte Grego Caseiro, versão refrescante

Hey, divas!!
Ainda sobre mudar hábitos alimentares, e cuidar do bem estar físico, uma delícia me conquistou: o Iogurte Natural / Grego!
Postei esta semana no Instagram a foto [esta] do meu lanchinho da tarde, e hoje trouxe para vocês a receita, é a hora de compartilhar esta maravilhosa fonte de saúde com vocês! 
Fiz até uma pesquisa básica para justificar ainda mais minha fixação pelo iogurte:

Rico em Proteínas

O Iogurte grego pode entre 1,5 vezes a 2 vezes mais proteína que o iogurte comum.
Mas isto vale principalmente para os iogurtes feitos em casa, pois o iogurte grego industrial brasileiro tem adição de muitas porcarias que não fazem parte da receita grega original...
A proteína extra contida na versão grega do iogurte, te ajudará a mantê-lo saciado e satisfeito por mais tempo. Além de contribuir para uma alimentação rica em proteínas, que é muito importante para quem tem um estilo de vida ativo.

Fácil digestão

Pelo fato de que o iogurte grego contém menos carboidratos do que o iogurte normal, ele tem menos lactose, que é o açúcar contido nos produtos lácteos que causa problemas digestivos em muita gente.
Isto significa que dependendo do seu grau de intolerância a lactose, o iogurte grego pode ser mais indicado.

Versatilidade

Iogurte grego pode ser usado em muitos pratos, tanto os salgados quanto os doces. Devido à sua textura espessa e sabor rico, muitas pessoas usam o iogurte grego como um substituto para o creme de leite na cozinha.

Textura

Em termos de textura, o iogurte grego é imbatível, tem uma consistência suave e espessa. É uma das grandes vantagens do iogurte grego em relação ao normal. Ele passa por um processo de drenagem para remover o soro do leite (WHEY).
Quando o soro é removido, cria-se um produto muito mais espesso. É por isso que o iogurte grego é tão popular, ele cria uma sensação gostosa de comer algo muito cremoso e suave.

E que tal partirmos para a receita?!

INGREDIENTES:
  • 1 copo de iogurte natural
  •  Leite tipo A de pacotinho. A quantidade depende de quanto iogurte você quer fazer, eu geralmente uso 2 litros e rende um pirex inteiro.
  • Açúcar, mel ou adoçante o quanto achar suficiente
PREPARO:

Coloque o leite numa panela até ferver. Depois disso, espere amornar até o ponto de conseguir deixar o dedo afundado no leite. Nem muito quente a ponto de queimar e nem muito frio. Coloque o iogurte no leite e mexa bem. Depois disso, envolva com um pano o recipiente (eu utilizo um de vidro ou tuppeware com tampa),  e deixe em um ambiente tranquilo (Aprendi que é no forno, desligado, gente! E com a luz acesa) até o dia seguinte, recomenda-se 12 a 14 horas. *(detalhe aqui para o clima da região onde mora. Com o calor que tem feito aqui no RJ, 8 ou 9 horas já são suficientes). Não precisa mexer. 

No dia seguinte (se fizer à noite) você vai perceber que o iogurte ficou bem grosso embaixo e em cima se formou uma água, como um soro. Você vai precisar coar essa água para o iogurte ficar cremoso como o caseiro industrializado.
Como não tenho uma peneira, coloco um pano de prato(ou uma fralda branca nova) sobre o escorredor de macarrão e deixo o iogurte escorrendo ali por umas 4 horas mais ou menos dentro da geladeira. O pano serve para coar o iogurte e tirar toda a parte aquosa. Ao longo do tempo vai sobrando o creme dentro do escorredor e a água vai indo toda para o fundo da tigela.
O ponto ideal após a mistura ficar incubada
Depois de escoar, passe o iogurte para uma vasilha, coloque açúcar ou mel e misture bem – dá até para usar um batedor de arame (foueto mixer, ou mesmo a batedeira em velocidade lenta. 

Nesse ponto quem gosta, pode misturar calda de frutas no iogurte. Dá para fazer com o que você quiser. Exemplo: Para a calda de morango basta uma caixa da fruta com 4 colheres de sopa de açúcar, deixe fervendo na panela até a fruta reduzir bem e virar uma caldinha. Depois espere esfriar e misture no iogurte. Em seguida é só colocar em potinho e deixar na geladeira. As dicas permitem que você adicione mel, essências, adoçantes, amêndoas e até frutas secas ou in natura.
O Tempo ideal para consumo é de até 6 dias.


OBSERVAÇÃO/DICA:

Fiz todo o processo acima com dois potinhos de 100g de Iogurte Grego (puro, sem sabores). Ficou extremamente encorpado e cremoso, aprovadíssimo aqui!
Como tem feito muuuuuito calor, acrescento duas colheres de café de  Semente de Chia, que mostrei (neste post). Deixei por 40 minutos no freezer e a aparencia foi de 'um refrescante e delicioso sorvete'! E é o meu lanchinho da tarde quase todos os dias. Além de refrescante deixa plenamente saciada e o intestino está funcionando muito bem, obrigada!

"Iorvete"


Espero que tenham curtido a dica! Até a próxima!!!



Tecnologia do Blogger.